Shalom Aleichem! Este é um espaço destinado a abordar temas relacionados ao Judaísmo no geral. Ressalta-se que, o termo "Judaísmo da Unidade", refere-se a uma corrente doutrinária judaica fundada pelo Rav Mordechai. Desse modo, foi por isso que o idealizador deste Blog, por ter uma visão proporcional a esta concepção, utilizou o supracitado termo como título (não sendo este um Blog oficial, por não está expressamente autorizado a falar em nome do movimento em âmbito geral). Nesse sentido, o mesmo deixa claro que suas postagens são autônomas e independentes de supervisão de terceiros, o que significa que o mesmo é totalmente responsável por qualquer eventualidade: seja para possíveis créditos, ou possíveis problemas relacionados ao conteúdo das postagens.

Jerusalém - ISRAEL


"YESHUA HAMASHIACH: pois de Sião virá a Salvação!"
“Buscamos expor um Judaísmo de cunho tradicional, expressando a finalidade original em torno da autêntica perspectiva de um Mashiach plenamente Judeu”.



TV Israelita

O JUDAÍSMO E A IDENTIDADE PESSOAL

0 comentários
Tem sido cada vez comum a expressão de que: “o Judaísmo é mais que uma religião, é um estilo de vida”; no entanto, não se percebe erro algum nesta afirmação, considerando a abrangência que tal sentido propõe. Porém, o que muitos tem feito é um processo de deturpação procedimental, tendo em vista que ao invés de estarem assimilando as práticas judaicas naturais, estão buscando trazer para o Judaísmo suas práticas oriundas das nações, em especial, as do Cristianismo.

Nesse sentido, deve-se compreender que o Judaísmo possui mais de 3500 anos de tradição, e mesmo antes do surgimento do Cristianismo, tais práticas já estavam estabelecidas. Nesse sentido, cabe ao indivíduo interessado em adentrar o contexto judaico, assimilar as suas orientações, e jamais, querer propor aquilo que já possui em si, pois, do contrário, que fique por lá mesmo onde se estava, ou que funde um seguimento religioso baseado em seus jogos de interesse.


Assim, o Judaísmo não é um supermercado do qual colocamos no “nosso carrinho pessoal” aquilo que nos agrada. O Judaísmo de fato é um estilo de vida, mas, um estilo de vida já proposto, já estabelecido há milênios! Portanto, que fique claro que os interessados em ingressar no contexto judaico, que estejam cientes de estarem adentrando num contexto fundamentado e constituído (Rm 11.16–21), e que a sua evolução é referente aos princípios que já coexistem no seu próprio contexto, tendo como aval as determinações da Torah! Não necessitando, de fato, de atribuições alheias à tradição de nossos sábios, trazidas de contextos distantes e não condizentes com aquilo que o Eterno planejou para nós. 

EM TEU FAVOR

0 comentários
HaShem, Tua Hesed alcançaste a mim,
Por isso, sou aquilo que hoje me tornei.
Que o Olam Haze testifique
A mudança que existe em mim.
E que as nações se calem
Diante de Tua decisão.

HaShem, que o meu recipiente
Por Ti seja restaurado.
E que o Teu projeto original
Seja encontrado em mim.
Que Tua vontade eu possa resplandecer,
E que eu venha obter: a Salvação.

HaShem, que sejas somente Tu,
Soberano em meu ser.
Adonai, que o meu destino seja
Transformado a Teu favor.

By José Ribeiro da Silva Júnior

Imperatriz/MA, 09 de outubro de 2013

Judaísmo da Unidade: por uma visão judaica do Messias

2 comentários
Shalom, a todos!

Estou de volta depois de muito tempo sem realizar postagens. De fato, a correria cotidiana às vezes nos faz reféns, e sem querer, somos pegos pela ocupação extremada. Mas, depois de analisar minhas atividades pessoais, e reorganizar o meu tempo, consegui está aqui novamente para compartilhar o pouco que aprendi com todos os meus leitores e chaverim (amigos).

Nesse pressuposto, para reiniciarmos bem, e com o pensamento de plenas mudanças, estaremos realizando uma alteração significativa. Assim, o antigo nome “Judaísmo Messiânico: o verdadeiro Cristianismo”, a partir de então estará sendo modificado para “Judaísmo da Unidade: por uma visão judaica do Messias”, cujo tema geral será “a autêntica perspectiva de um Messias plenamente Judeu”.

Desse modo, continuaremos enfocados no Judaísmo tradicional, com toda a sua contribuição pautada na Torah, nos Profetas e na compreensão em torno da Unidade de HaShem – Bendito seja o Seu Nome. Ressaltando de fato, uma visão em torno de nosso Mashiach, Yeshua Ben Yossef, que a nosso ver, não veio fundar uma nova religião, mas sim, confirmar a Religião introduzida pelo Eterno, por intermédio de Seu servo – o nosso patriarca Avraham.

Espero contar com todos vocês, que há muitos anos, vem prestigiando este espaço.

Um fraternal abraço!

Shalom, Shalom!


José Ribeiro da Silva Júnior

Um olhar para quem precisa

2 comentários
É com pesar que início o ano postando sobre as desolações presentes nas regiões afetas do estado do Rio de Janeiro, em decorrência das chuvas e deslizamentos de terra...

São situações de calamidade, de dor! E isso, afirmo estando a milhares de quilômetros daquele local, apenas através de informações de amigos e pelas imagens de TV. O que notoriamente, nem se compara com os que de fato estão dentro do eixo da própria devastação...

Assim, mesmo distante, só me resta a solicitar que todos nós, Yehudim e Goyim, que estamos nos deparando com tais fatos, se unam em orações... Pedindo ao Eterno que dê forças e consolação aos sobreviventes, a fim de que consigam sobreviver com a situação das perdas; e que também, toque nos corações daqueles que possuem poder e influência para urgentemente auxiliar aos que de fato necessitam...

Que nossas atenções se voltem àquelas pessoas!
Shalom Lekulam!


CAMPANHA GLOBAL URGENTE: Free to Believe

0 comentários


A Organização da Conferência Islâmica, que compreende 57 países, sendo a maioria de população muçulmana, apresentará mais uma vez a Resolução da Difamação da Religião na Assembleia Geral das Nações Unidas, no final deste ano.

Essa resolução:

  • dá ao governo o poder para determinar quais visões religiosas podem ou não podem se expressar nesses países;
  • dá ao Estado o direito de punir aqueles que expressam posições religiosas “inaceitáveis”, de acordo com o que eles acreditam;
  • torna a perseguição legal;
  • visa criminalizar palavras e ações consideradas contra uma religião em particular, nesse caso, o Islã;
  • tem o poder de estabelecer legitimidade internacional para leis nacionais que punem a blasfêmia ou, por outro lado, proíbem críticas à religião.
Muitos países apoiaram essa resolução no passado, mas alguns agora estão mudando de ideia. Este ano, existe uma possibilidade real de que ela seja derrotada. E você pode ajudar. Está na hora de mudarmos isso.

Participe da petição global realizada pela Portas Abertas Internacional e una-se a milhares de cristãos ao redor do mundo. O abaixo-assinado será entregue às Nações Unidas em dezembro deste ano.

» Como posso ajudar?
Divulgue a campanha para outras pessoas, em sua igreja, escola,
faculdade, trabalho, utilizando os recursos disponibilizados em nosso site. Faça o download de alguns recursos como vídeos, apresentação em powerpoint e arquivos para marca-página e adesivo. Além disso, você pode imprimir o abaixo-assinado quantas vezes quiser e distribuir para muitas pessoas.

Preencha seus dados no formulário, que funciona como um abaixo-assinado eletrônico e ajude a mudar a história da liberdade religiosa em muitos países.


Vamos participar!




Bate-papo entre Judeus e Gentios